20/01/2014

#Texto: Inferno astral (1)


Aquele documento importante que estou esperando alguns dias e que era para ser entregue hoje não chegou. Nem sinal dele na minha mesa. Oh senhor, isso significa que meu trabalho ficará parado por mais um tempo e prazos não serão cumpridos. 

Hora de pegar o elevador e descer até o estacionamento. Ah, que ótimo! A passagem do meu carro está novamente trancada por aquela caminhonete do funcionário do andar abaixo da onde trabalho. Tudo bem que não é nada urgente e que usaria o carro apenas para ir no mercado a duas quadras daqui. Mas poxa, já é a segunda vez nessa semana que esse senhor faz uma dessa de estacionar atravessado e ferrar a minha saída. Por que eu?!

Bom, nunca vi esse moço antes mas dizem que quando ele quer ser chato é especialista. Então, deixa pra lá. Vou no mercado a pé e depois volto, pego meu carro e vou para casa. Hoje o clima está agradável mesmo...nem tão quente e nem tão frio e,  além do mais, caminhar um pouco faz bem a saúde. Minha calça jeans, essa blusinha branca e meu tênis novinho sobreviverão duas quadras... fé menina, xô sedentarismo. 

Ah não, essa não.... chuva não! Agora que falta tão pouco para chegar ao mercado. Sacanagem! São Pedro poderia ter esperado mais um pouquinho né? Pelo menos até eu chegar. Bom, falta pouco mesmo, vou correr.

Olha lá a entrada do mercado. Mudaram a fachada e eu nem tinha percebido. Nossa como está liso esse piso.....uowwww!!! É menina, cair de bunda na porta do mercado não é uma chegada muito triunfal né?! 

Não sou muito ligada ao zodíaco e esses negócios esotéricos...aliás, nem sei se essas coisas estão relacionadas mas acho que isso que estou passando deve ser o tal de inferno astral.  Quando o dia começa mal a tendência é continuar piorando.....

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desenvolvimento por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo