30/06/2014

#100 dias felizes, será?

Quem é fã de redes sociais já deve ter percebido nos últimos meses o uso da tag #100dayshappy e, aposto que assim como eu ficou se perguntando o que era isso. Pois bem, fui atrás e vi que nada mais é que um desafio lançado na internet (saiba mais aqui). 

Com toda essa correria do dia-a-dia e a falta de tempo para nos dedicarmos a pequenas coisas, o site te questiona, logo de cara, se você consegue ser feliz em 100 dias seguidos.  Segundo o site, 71% das pessoas que tentaram completar esse desafio falharam, citando a falta de tempo como principal razão. 

A ideia do desafio é valorizar cada momento, por menor que seja, que realmente é importante para nós e nos deixa mais contente. Pode ser qualquer coisa - desde um encontro com um amigo até um bolo bem gostoso na cafeteria ao lado, desde a alegria de estar em casa depois de um longo dia de trabalho até uma gentileza que você fez a um estranho. Tudo o que realmente te deixa feliz. 

Para isso, uma foto deve ser postada por dia na internet junto com a tag #100dayshappy e outras tags que lhe convém. No site, você pode se inscrever, informar a data que iniciou o desafio e escolher a plataforma que quer postar a foto diária (facebook, instagram, tumbrl e outras). Ou também pode ser feito o desafio sem se inscrever. 




Não é uma competição de felicidade ou uma demonstração pública. Conforme o site, se você tentar agradar ou deixar outros com inveja através das suas fotos você perde antes mesmo de começar.  Ainda segundo a página, todas as pessoas que terminaram o desafio com sucesso confirmaram que começaram a notar o que os fazem felizes a cada dia; melhoraram o humor dia após dia;  começaram a receber mais elogios de outras pessoas; perceberam quão abençoados eles são por viverem a vida que tem; ficaram mais otimistas e até mesmo se apaixonaram durante o desafio.


Além de tudo isso, no site diz que você pode (pode, não significa que vai acontecer) ganhar um livro no final do desafio com as suas 100 fotos (será?!).


Eu entrei na onda e comecei ontem, e você?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desenvolvimento por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo