26/10/2015

#Vamos ler? (2)


Se eu tinha lido em torno de dez livros em três meses (falei aqui ó!) no primeiro semestre do ano, confesso que de lá para cá a coisa ficou mais complicada e estagnei em apenas seis e meio (tô me sentindo com vergonha, de fato!). Mas para tudo há uma explicação, não é mesmo? Deixei de lado um pouquinho os livros de aventuras para ficar mais voltada aos de jornalismo (aquele lado profe da vida! rs). 

Mas vamos ao que interessa, quais foram os livros dona Karoline?

Lembram do Percy? O nosso herói, filho de Poseidon ? Pois é! Continuei nas aventuras dele, agora na saga Os Heróis do Olimpo, que ao todo são cinco livros e contam os rumos daquela profecia dos setes, do qual terminou a primeira saga (Percy Jackson e os Olimpianos)!

* O herói perdido
* O filho de Netuno
* A marca de Atena
* A casa de Hades
* O sangue do Olimpo 

Vocês podem ler estes livros online, nesse blog fofo aqui ó: http://www.bloglivroson-line.com/2015/05/os-herois-do-olimpo.html


Se você prestou atenção no que falei acima, você vai saber que li seis livros e meio. O outro livro inteiro que li foi o 50 tons de liberdade (para concluir a trilogia do Grey e da Anastácia Steele) e, por último e que parei na metade foi Cidades de Papel (que até já saiu o filme e eu também não vi). 

Esse último eu comecei de ler pouco antes de ir para a Áustria. Até durante as férias peguei um pouco, mas até parece que eu iria ficar lendo com toda aquela belezura de país para conhecer. O fato é que voltei e me enrolei com tanto trabalho que nem consegui terminar. Espero conseguir em breve.

*-*

Ainda falando em livros, lembrei de um que talvez tenha ajudado a florescer em mim esse prazer pela leitura. Alguém já ouviu falar em  Bisa Bia, Bisa Bel ? Vale muito a pena ler! É um livro infanto-juvenil da autora Ana Maria Machado, que conta sobre a relação de uma menina chamada Isabel com a bisa, Bia, que conheceu por um retrato de quando ela era pequena. O retrato sumiu, ou melhor, virou tatuagem. 

A primeira publicação ocorreu na década de 80 e é uma história super fofa. A autora chegou até a explicar que escreveu o livro devido a saudade que sentia das avós e queria contar sobre elas para os filhos.

Lembro até hoje de como conheci o livro. Uma das minhas professoras de ensino fundamental, a Izolete, começou a ler para a minha turma sempre aos finais de uma das aulas dela. Eu sempre ficava esperando aquela aula, só para saber o que iria acontecer com a Isabel e se ela iria achar o retrato da bisa. 

Enfim, boas lembranças!

E para você, qual livro te marcou?

Bjokas e até a próxima!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desenvolvimento por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo