31.12.16

Tchau 2016, bem vindo 2017!


Vai com fé, 2016! Não que eu não tenha gostado de viver nesse ano, mas vamos concordar que você não foi o mais generoso dos anos. Muitas brigas, discussões, desencontros, separações, despedidas...meu, como você foi o ano das despedidas: casais, pessoas, famosos e anônimos.

Mas sabe 2016, você não foi de todo mal. Talvez toda essa confusão que você causou foi para me mostrar que nem tudo está resolvido. Que, na verdade, eu estava acomodada demais nessa minha vida. Talvez se não tivesse ocorrido as discussões, eu não teria percebido a necessidade de parar e rever minhas atitudes. Não teria parado e lembrado que as pessoas não são iguais e muito menos pensam a mesma coisa.

Se não fosse as separações, não teria me tocado que os sonhos de cada um são diferentes, que alguns caminhos precisam mudar mesmo que lá na frente voltem a se cruzar. As vezes o afastamento é necessário para reorganizar as ideias, os sonhos, os objetivos. As vezes o melhor caminho para nos encontrar é nos afastar. Demorou, viu 2016, mas compreendi, tá?

As partidas que surgiram mostraram que a humanidade ainda tem salvação (assim espero). Ver a solidariedade entre pessoas que não se conheciam, nunca foram próximas, mas que apareceram para famílias que realmente precisaram de amparo, principalmente emocional. Só gostaria que essa manifestação de solidariedade fosse diária, não só quando grandes tragédias ocorressem. Afinal, há pequenas tragédias acontecendo todos os dias. 

Então, 2016, obrigada por alguns aprendizados, mas por favor, vá porque realmente foi complicado lidar com todos esses altos e baixos que você proporcionou.

E, querido ano novo, venha com calma! Mas que me dê a possibilidade, nesses 365 dias, de realizar meus novos sonhos, conhecer novas pessoas, dar mais risadas do que chorar. Que você, 2017, venha transbordado mais amor e principalmente paz, mas que traga junto muita sorte e um tempo de muita sabedoria. E que, acima de tudo,  eu saiba aproveitar suas 365 oportunidades de fazer tudo melhor.


Adeus ano velho, feliz ano novo!  

(Imagem: Internet)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desenvolvimento por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo