Diário de Viagem: Vila Bom Jardim/Nobres (ficha técnica) - Doces Cores e Textos

20.9.20

Diário de Viagem: Vila Bom Jardim/Nobres (ficha técnica)


Sair da rotina faz bem demais, principalmente em um ano que não está ajudando muito com tantas notícias ruins. Como deu feriadão por aqui, decidi por o pé na estrada (mesmo que pertinho) e conhecer as belezas tão comentadas de Nobres, cidade que fica +/- 350 quilômetros de Sinop. Acompanhada de uma amiga, tínhamos uma programação de seis passeios para ser feitos nos três dias de estadia. Como as fotos e vídeos compartilhados no meu Instagram (link abaixo) tiveram boa repercussão, decidi traze-lo aqui, em formato de diário de viagem, no meu querido universo de palavras.  Espero que gostem das próximas postagens. 

Foto: Karoline Kuhn || Arquivo Pessoal || @kaarolkuhn


Na estrada:

👉+/- 358 Km separam Sinop de Nobres, segundo pela BR-163. A melhor opção, caso esteja com mais pessoas,  é ir de carro. Mas, prepare o bolso para os pedágios. Ao todo, gastamos R$ 40,60 (ida e volta) nas seguintes paradas: Sorriso (R$ 7), Lucas do Rio Verde (R$ 4.90), Nova Mutum (R$ 3,80) e Diamantino (R$ 4,60).  

👉 Se estiver sozinho ou com poucas pessoas, há a possibilidade do aluguel de carro. Mas aí, meu caro, tem que ser feito em Cuiabá pois Nobres é uma cidade pequena e ainda não tem desse serviço. 

👉 Algumas agências fazem excursão. Mas nessa opção (considerando minha experiência ao visitar Jaciara em 2013), torna-se muito limitado. 


Compensa pacote?

Eu sempre digo que aqui vai da opinião de cada um. Nesse caso, foi super válido para mim e para minha amiga, pois incluiu os 6 passeios que escolhemos, estadia em uma pousada, almoço nos três dias e café da manhã em dois, além de ter o apoio do Eder (Roma Turismo) para caso precisasse de uma mãozinha por lá. Aliás, ele foi super solícito desde o meu primeiro contato via whatsapp (mudei a data de ida e a quantidade de pessoas algumas vezes, e ele sempre ajeitando os orçamentos 😅😆). Ah, não posso esquecer do mapa, das fotos de referência e áudios de indicação... Foram informações bem importantes pois para ir para boa parte dos passeios é necessário pegar estrada de chão. Ao todo, conforme minhas contas preliminares, saiu R$ 685 por pessoa. 


Fonte: Nobres Turismo

Obs.: por causa do Covid, nem todos passeios estão funcionando. 


Onde ficar?

Quando falamos "vamos para Nobres" a gente pensa automaticamente na cidade. Mas os pontos turísticos ficam, na verdade, na Vila Bom Jardim, a cerca de 60 km de Nobres, estrada toda em asfalto (muito bom, por sinal). Se decidir ir em um final de semana, a dica que dou é deixar reservado alguma pousada antes, pois as pousadas são pequenas (poucos quartos) e os finais de semana costumam ser os preferidos dos turistas. 

Ficamos na pousada Rota das Águas e tive uma boa experiência (exceto no primeiro dia que acabou a água e ela demorou uns 15 minutinhos para normalizar). As dependências são boas e o café da manhã é caprichado (saudades daquela chipa😢). 

Foto: Arquivo Pessoal || @kaarolkuhn


A vila em si é bem humilde, então se você está acostumado a cidades bem estruturadas, vá bem livre dessa lembrança.

No domingo, conhecemos o Epaminondas, guia do Sesc Serra Azul, onde fica a cachoeira Serra Azul (sim, a cachoeira da cobra 😂). Super gente boa, apresentou também a pousada que está montando. Clique aqui para conhecer a estrutura.


Telefone? Você vai esquecer..

Se você for cliente Vivo como eu, vai perceber que pouco depois de entrar na estrada da Vila Bom Jardim ficará sem sinal de internet e telefonia. Sim! Parece exagerado dizer, mas meu contato com a internet foi só enquanto estada nas dependências da pousada, por causa da wifi. 

O meu celular só recebeu o sinal do 3G no final da tarde de sábado, quando estávamos visitando o Mirante, ponto mais alto da região.  Escutei comentários de que o sinal da Claro funciona por lá, mas não encontrei alguém que poderia me confirmar. 

**

O mapa...


Fotos: arquivo pessoal || @kaarolkuhn








Nenhum comentário